Vitória: todas as equipas “vão dar a vida” pelos seus objectivos

Bino não quer que os jogadores pensem que contra o Nacional são favas contadas, pois, espera que seja um jogo “muito difícil”.


Com jogos de três em três dias, Bino quer o Vitória focado no que ainda pode fazer, nos últimos seis jogos do campeonato. E conta com todos os jogadores para esta fase intensa de jogos. “Se nós ganharmos ao Nacional podemos ficar mais perto do 5º lugar” – admitiu na antevisão do jogo de amanhã, na ilha da Madeira.

O treinador não quer ninguém a pensar que são favas contadas, pelo facto de o Nacional ser o último classificado e já não ganhar há dois jogos. “Esse é o caminho para as coisas não correrem bem” – advertiu.

Bino entende que “o Vitória tem de ser forte e determinado que saiba com quem vai jogar e que os jogadores percebam que a classificação do adversário não diz nada, do que poderá ser o jogo”

Por isso, “temos de igualar o adversário no que é a vontade do Nacional de querer ganhar o jogo” e surpreendê-lo, com determinação, e também com “a consistência defensiva que se viu no jogo com o Porto”.

Chegar à baliza adversária com mais perigo, é a missão da equipa, num “jogo difícil”. Bino sabe que nesta fase do campeonato “todas as equipas vão dar a vida, pelo que são os seus objectivos”. Admitiu que “nós queremos fazer parte desse lote de equipas que luta por conseguir os objectivos a que se propôs no início da época”.

“Olhar para a frente” continua a ser o foco da equipa e espera que “esteja mais tranquila contra o Nacional”, controlando os movimentos do jogo, em termos defensivos e ofensivos.

Para isso, Bino conta que “os jogadores estejam apenas focados unicamente em nós e nos nossos objectivos” para poder dar “continuidade” ao que tem feito deste que assumiu a função de treinador e se “liberte” de modo a poder expressar a qualidade e a valia dos jogadores.

© Vitória SC

Bino Maçães está satisfeito com o desempenho da equipa e notou evoluções no último jogo com o Porto, na consistência defensiva. É claro que pretende que no próximo jogo “a equipa melhore ainda mais e dando continuidade ao que de positivo fez”.

Voltou a falar de jogadores, individualmente, respondendo a perguntas dos jornalistas. E sobre Ricardo Quaresma, cujo regresso será feito contra o Nacional, por ter trabalhado toda a semana sem limitações, justificou porque não jogou contra o Porto. “Agora está mais próximo do que lhe será exigível em termos físicos”.

Sobre as alternativas a Óscar, no lugar de ponta de lança, Bino espera que neste período de jogos sucessivos, quer Bruno Duarte – “baixou os níveis de confiança”, no entender do treinador – quer Noah, possam dar resposta quando forem utilizados. “Todos temos de estar comprometidos” – realçou.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também