1.5 C
Guimarães
Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023

Desporto: nem obras nem eventos realizados por causa da pandemia

As obras de beneficiação em instalações e eventos desportivos que estavam no calendário de 2020 não se concretizaram. Todos os contratos de desenvolvimento desportivo estabelecidos entre as entidades desportivas e o Município, foram adiadas para 2021.


Os efeitos colaterais da Covid-19 no desporto, não atingiu apenas as competições oficiais, cuja programação tem vindo a sofrer alterações. Também, as obras de beneficiação de instalações e mesmo eventos ligados à actividade desportiva, foram adiados para 2021.

São 10 clubes que programaram obras para este ano, e que contaram com apoio municipal. Contudo, só o Moreirense tem concretizado a construção da Vila Desportiva, segundo o calendário previsto mas a Câmara só disponibilizará a verba quando for emitida a licença de utilização.

Assim, o relvado sintético do Grupo Desportivo de Gémeos e as obras no campo de jogos do União Torcatense e Candoso S. Tiago, a iluminação do campo de jogos da União Desportiva de Airão, as beneficiações no pavilhão do Xico Andebol e nos balneários da Juni-Costa e as zonas de apoio e balneários do Clube de Ténis das Taipas estão neste lote. O Guimagym/AJKP que contava remodelar o seu novo espaço para a prática desportiva e as obras nos balneários do pavilhão e do complexo desportivo do Vitória foram também transferidas para 2021.

Em termos financeiros, são cerca de 600 mil euros que são transferidos para o orçamento municipal do próximo ano. Sendo que 21.750 euros se relacionam com eventos desportivos diversos que não se realizarão.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também