Húmus: assinala os 154 anos de Raul Brandão

Promover hábitos de leitura é o objectivo do festival cujas iniciativas decorrem até à próxima sexta feira.


Este ano, devido à pandemia, todas as actividades serão realizadas em formato online e transmitidas pelo facebook da Biblioteca Municipal Raul Brandão. A promoção dos hábitos de leitura é um dos objectivos presentes no Festival Húmus, em Guimarães, que decorre até à próxima sexta feira.

Na fachada da Biblioteca é possível apreciar a instalação artística “Ouves o grito? Ouves?”, através da intervenção de quatro artistas plásticos com base nas obras de Raul Brandão: “Pescadores”, “Húmus”, “Memórias” e “As Ilhas Desconhecidas”. Estas intervenções foram realizadas por Patrícia Oliveira, Engrácia Cardoso, Rafael Oliveira e Vasco Carneiro.

Já no último Domingo, assinalou-se o 29º aniversário da Biblioteca Municipal Raul Brandão, com a apresentação musical “Dedicatória” com letra e música de Óscar Ribeiro e ainda a apresentação do documentário “Memórias e Vivências: Biografia de Raul Brandão”.

Para hoje, está previsto, pelas 16h a exibição do documentário “Casa do Alto” enquanto, para amanhã, dia 10, o programa prevê duas iniciativas: sugestões de leitura (Húmus de Raul Brandão) e memórias e vivências: encenação de Francisco Andrade.

A comemoração do lançamento da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, assinalou-se ontem com a exibição do programa “Memórias e Vivências: 2ª carta a Maria Angelina”.

Finalmente, no último dia de Festival comemoram-se os 154 anos do nascimento de Raul Brandão com a leitura de excertos de quatro obras: “Pescadores”, “Húmus”, “Memórias” e “As Ilhas Desconhecidas”.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também