23.4 C
Guimarães
Quinta-feira, Julho 25, 2024
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

AUTHOR NAME

Betina Ruiz

13 POSTS
0 COMENTÁRIOS
Investigadora, já desenvolveu projetos sobre a Literatura Portuguesa dos séculos XVII e XVIII, a Mexicana do séc. XVII e a Brasileira do séc. XX, professora com mais de 15 anos de experiência, biblioterapeuta dedicada a programas que procuram abranger principalmente leitores idosos e aqueles em alguma situação de vulnerabilidade, autora de textos académicos e ficcionais, pensados e criados ou em parceria com amigos e colegas ou como trabalho individual.

“Tire o seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor”, já dizia Nelson Cavaquinho

Ontem comecei a ouvir falar em rituais para a passagem do ano e já tenho encontrado balanços de 2022 na comunicação social. Embora os factos sejam os factos, sei que eles podem ser olhados de frente ou de lado, conforme os queiramos entender ou apenas inventariar. Justamente na linha...

“…E a vida como que a bater à nossa porta” ou “Recomeçar – do que restou de uma paixão”

Talvez exista um caminho a percorrer - com as necessárias variações, desdobrando-se portanto em caminhos -, para termos encontros felizes, que deixam marcas boas como as oportunidades de parceria, de aprendizado, de prazer, esse e aquele date que eu poderia guardar na galeria do “pra chamar de seu”. Como nem...

Concentração

Tento notar as sincronicidades. Elas me ajudam a sentir os pés no chão, quando jogam luz no que me escapa por teimosia, por ingenuidade, por negligência etc; uma vez esclarecida, sei que é possível aproximar-me um pouco mais do centro de uma questão. Desconfio que a realidade, na sua inteireza,...

A rua

A rua é também e ainda a que foi cantada por Renato Russo, numa voz grossa inconfundível (Legião Urbana, álbum “Dois”, 1986). Banksy ouve a rua, capta suas conversas e nos devolve flashes, que vai distribuindo nas paredes e nos muros de Londres, Bristol, Boston, Mali... https://www.youtube.com/watch?v=c8CO8BPveRk Um e outro nos...

Como juntar os pedaços, a cada vez que precisamos recomeçar?

Vou começar pelo fim. Em agosto de 1942, um homem (médico pediatra, pedagogo e escritor) deixou-se conduzir para a morte, a fim de acompanhar, amparando, 200 crianças órfãs sem outra sorte ou proteção, a não ser a que ele oferecia até aquele momento, num orfanato.  “No dia 10 de agosto de...

Veni, vidi, vici

Na origem dos escritores está uma família, sobre a qual eles volta e meia escrevem, discreta ou deliberadamente; Nathaniel Hawthorne registou num texto mais ou menos curto, que recebeu o título de Vinte Dias com Julian & Coelhinho, por papai, as experiências e as impressões de uma fase de...

Maior do que a ficção e, ainda assim, quem acredita?

Esta é uma crónica que vem atrasada. Peço desculpa pelo lapso. Numa associação linear, penso em remediar minha falta (justificada!) com um tema também ele atrasado ou, em outras palavras, antigo: o narrador. Espero que todos nós conheçamos alguém que conta uma história ou com graça ou com leveza, às...

Em toda palavra encantada mora um ato de amor

Nas memórias mais antigas que guardo, encontro a música. Antes de gostar da palavra impressa e da palavra lida, eu gostava da palavra cantada. Minha mãe tinha estudado piano por anos e fazia as tarefas de rotina, cantando. Principalmente Elis Regina, mas também Nat King Cole e Emílio Santiago (já...

O desastroso escapismo de quem não aprecia um bom “faz de conta”

Aquilo em que vinha pensando para esta crónica talvez não atenda sempre pelo mesmo nome, já que depende de quem o nomeia; vou chamar de desconexão, palavra que eu ouço da boca de gente talhada para pensar o mundo, enquanto o aprecia (Do Priberam: "1. Dar apreço a. 2....

Forjar os grupos pelos livros

Imagino que a esta hora você já saiba dos números que o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa divulgou, baseado em estudo recente, o Inquérito às Práticas Culturais dos Portugueses 2020: “61% dos portugueses não leram um único livro em papel, e, dos 39% que afirmavam ter...

Últimas Notícias

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER