Ambiente: cidade urbana com recolha de bio-resíduos

Um universo de 51 mil habitantes e o território do centro da cidade e área urbana, com Ponte e Caldelas incluídas, serão os beneficiados por este sistema de recolha de resíduos.


A recolha de bio-resíduos privilegiará os territórios das freguesias de Oliveira do Castelo, S. Paio e S. Sebastião, Creixomil, Azurém, Urgezes, Fermentões, Costa, Ponte, Mesão Frio e Caldelas.

Esta foi a área escolhida para ser implementada uma recolha selectiva, através de circuitos de recolha específicos para este tipo de resíduos, privilegiando as freguesias mais urbanas e que oferecem uma maior densidade de utilizadores, como restaurantes, hotéis e alojamentos, superfícies comerciais, os produtores mais relevantes de resíduos biodegradáveis, num universo de 51 mil habitantes.

Esta recolha selectiva de bio-resíduos começará no segundo semestre deste ano mas a obrigação de promover este sistema de recolha está calendarizada para Dezembro de 2023, o que significa uma antecipação das datas da efectivação do projecto.

O Município vai investir 823.931,40 euros, mas 500 mil serão pagos pelo Fundo de Coesão, numa candidatura aprovada pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos. Para este serviço, o Município vai adquirir contentores, viaturas específicas para recolha dos bio-resíduos, prevendo a candidatura “uma grande componente de comunicação e sensibilização”.

O programa contempla, ainda, a implementação da recolha selectiva de bio-resíduos em todos os utilizadores domésticos das freguesias da zona de intervenção, através de contentores de pequena dimensão (10 litros) para recolha por sistema porta a porta e em todos os utilizadores não-domésticos produtores de resíduos biodegradáveis, através de contentorização de maior capacidade (25 e 45 litros).

A recolha deste tipo de resíduos visa a separação dos resíduos verdes dos cortes e podas de jardins públicos e a criação de circuitos de recolha de verdes (dos jardins públicos dos cemitérios municipais e de privados, através de agendamento) e enquadra-se na política de ambiente defendida pelo Município.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também