11.1 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Saúde: acesso facilitado aos serviços digitais do SNS

Depois de Vila Real, o Secretário de Estado da Saúde, assinou em Guimarães, o protocolo que instala o “SNS Balcão” na sede da Junta de Freguesia de Brito.


O Ministério da Saúde com o “SNS 24 Balcão” pretende, por um lado, “facilitar e melhorar o acesso à prestação de serviços à distância e, por outro, evitar deslocações às unidades de saúde, o que se traduz numa mais-valia para os utentes, sobretudo no actual contexto de pandemia”.

É com este espírito que abre “mais uma porta de entrada para o SNS para aqueles que têm pouca literacia digital, não têm acesso a equipamentos tecnológicos ou à internet e a outros meios, condições ou competências necessárias para aceder remotamente aos serviços digitais do SNS, que, em muitos casos, já se encontram disponíveis na Área do Cidadão do Registo de Saúde Electrónico”.

O “SNS 24 Balcão” resulta da criação de uma rede de parcerias, envolvendo, para já, municípios, juntas de freguesia e agrupamentos de centros de saúde (ACES). Estas entidades parceiras passam a disponibilizar, nas suas instalações, um “SNS 24 Balcão” com colaboradores devidamente habilitados para prestar apoio assistido ao cidadão.

Brito foi a freguesia do concelho de Guimarães contemplada com um balcão SNS. O Ministério da Saúde tem intenção de abrir mais balcões, já em Janeiro próximo.

O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, considerou que este projecto permitirá “ficarmos mais fortes” no acesso aos serviços de saúde no período pós-pandemia, sublinhando que a nova ferramenta proporcionará “mais acesso”, “mais saúde” e “mais eficiência”.

Na cerimónia que decorreu na Câmara Municipal, participaram também o Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, na qualidade de coordenador da Região Norte no âmbito da declaração de Estado de Emergência, salientando que este SNS Balcão “é um exemplo do que deve ser feito” para aproximar os cidadãos aos serviços de saúde. A ideia de alargar este balcão a outras freguesias está contemplada nas intenções do governo. Pois, como sublinhou o presidente do Conselho Directivo dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, Luís Goes Pinheiro, este é um “casamento perfeito” entre as entidades de saúde e as Juntas de Freguesia “para servir as pessoas”.

“Este projecto foi pensado a olhar para lá da situação da Covid-19, pois encontramos mais soluções e mais rápidas, para os cidadãos que recorrem ao Serviço Nacional de Saúde” – sublinhou.

Também, o presidente da ARS Norte, Carlos Nunes, vincou que “este é um passo importante para região”, enaltecendo a resposta criada ao nível do cidadão com dificuldades no acesso às tecnologias e até de mobilidade.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também