4.3 C
Guimarães
Sábado, Janeiro 28, 2023

PCP: reafirma empenho na protecção dos idosos

A Comissão Concelhia de Guimarães do PCP destaca “o contexto particularmente difícil que marca a vida dos idosos que integram este grupo social, exponencialmente agravado com a Covid-19”.

Na semana em que se comemorou o dia internacional do idoso, o PCP “reafirma o seu empenho na concretização de um vasto conjunto de medidas que assegurem uma adequada protecção da sua saúde, o combate às desigualdades sociais e à pobreza, a valorização das suas pensões e a elevação da sua qualidade de vida e bem-estar”.

Em comunicado, a concelhia do PCP destaca a “determinação e empenho num conjunto de propostas que mitiguem os impactos do surto epidémico na vida deste grupo social” e pede para que “não adiem a resposta necessária para garantir a sua adequada protecção, mais saúde, melhores pensões, entre outras medidas que garantam a sua qualidade de vida e bem-estar”.

As medidas que o PCP espera ver concretizadas e que satisfazem os interesses dos idosos passam por “um aumento de todas as pensões a partir de Janeiro 2021, que garanta a valorização do poder de compra de todas as pensões; pela criação de dois novos escalões de pensões mínimas para quem tem 36 anos e 40 anos de descontos para a Segurança Social, a corresponder a 95% e 100% do IAS (actualmente, o valor da pensão mínima para todos os que têm mais de 31 anos de descontos é de 398,34 euros); a reposição da idade da reforma aos 65 anos para todos os trabalhadores, travando a sua subida pela relação estabelecida com o aumento da esperança média de vida e a dispensa gratuita do medicamento genérico mais barato a pessoas com mais de 65 anos de idade”, incluem-se neste pacote de “protecção dos idosos e a defesa intransigente dos seus direitos exige que seja assegurada uma informação adequada no domínio da prevenção sanitária, que promova comportamentos adequados e ao mesmo tempo rompa com o medo, com o isolamento compulsivo a que a grande maioria dos idosos estão sujeitos, no respeito pelas suas liberdades, direitos e garantias, e pelo seu direito à participação social, política e à fruição social e cultural”.

© Direitos Reservados

Entretanto, a Comissão Concelhia de Guimarães do PCP saúda a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional (CGTP-IN) pelo seu 50º aniversário, os seus dirigentes, delegados sindicais e activistas e através deles os trabalhadores e a sua luta.

“Decorridos 50 anos, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional (CGTP-IN), – refere a nota – profundamente enraizada nos trabalhadores, com uma intervenção constante e notável, com um papel ímpar na sociedade portuguesa, continua a lutar pelo fim das injustiças, das desigualdades, das discriminações e das exclusões no trabalho e na vida”.

Os comunistas vimaranenses destacam as cinco décadas de acção e luta, a acção permanente dos trabalhadores no local de trabalho, a resistência a ofensivas de regressão social, num quadro de luta marcada por “uma história de resistência e de compromisso inquebrável com os trabalhadores”.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também