Helena Sousa
Helena Sousa é Coach, Numerológa, Autora, Palestrante, Formadora e Professora. Tem como propósito auxiliar as pessoas a descobrirem o seu propósito de vida e a entenderem o mapa da sua vida em todas as áreas. É autora do livro da Alquimia dos Números e de outras obras.

Dezembro – a colheita!

Se em setembro estivemos numa energia de mudança, de instabilidade, mas também de desbloqueio de muitas situações, outubro foi um assentar de ideias, de procurar equilíbrio, harmonia e de maior ligação aos afetos, cujo tema será o mote de 2022. Novembro foi o mês de parar, abrandar o ritmo, de refletir, de voltarmos para dentro e de descobrirmos o sentido da nossa vida, dezembro é a colheita do ano!

Dezembro apresenta uma energia de manifestação, de realização, de arregaçar as mangas e colocar em prática as descobertas que fizemos no mês anterior. É o mês do poder, o poder interno alinhado com a força de vontade, a coragem e a determinação para fazer acontecer na nossa vida em total responsabilidade, abdicando de todo o tipo de desculpas e vitimizações.

É o mês da abundância! E atenção! Abundância é uma forma de viver e não ter, pois o ter é consequência da forma como se vive.

É o mês do retorno e da colheita de tudo o que fizemos durante o ano! O que temos em mãos? Gostamos da colheita? E se não gostamos, o que fizemos pelo contrário? Ou, o que ainda podemos fazer? Pois janeiro de 2022 voltaremos ao tema da reflexão, do abrandar, de parar para questionar o caminho que estamos a seguir para que em fevereiro tenhamos uma nova oportunidade de manifestar e de colher os frutos do nosso trabalho.

A lei do retorno é infalível, mais tarde ou mais cedo há uma hora de colher as sementes que plantamos. Que tenhamos a humildade suficiente para perceber que tudo o que nos acontece é resultado das nossas intenções e ações, pois só dessa forma conseguimos alterar as nossas colheitas.

Se não planto a paz como posso viver em paz? Se não tenho fé como posso viver em felicidade?

Se não planto confiança como pode a vida ser boa para mim? Se não planto a paz como posso viver em paz? Se não tenho fé como posso viver em felicidade? Se não planto amor como posso receber?

Que dezembro seja o mês da abundância nas nossas vidas e o fim de um ciclo com mais consciência e sabedoria! Para que recebamos 2022 de braços abertos em harmonia!

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também