19.3 C
Guimarães
Sexta-feira, Abril 12, 2024
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

AUTHOR NAME

João Salazar

12 POSTS
0 COMENTÁRIOS
25 anos. Estudante de Licenciatura em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Presidente da Juventude Popular de Guimarães. Representante da Juventude Popular no Conselho Nacional de Juventude.

A Literacia financeira faz falta!

Portugal, tal como os restantes países da Europa, atravessa um período financeiramente difícil. Numa altura em que as famílias sentem bastante o peso das suas despesas no supermercado na carteira, assim como nos encargos da habitação e outras despesas que constantemente vão aumentando e deixando os nossos cidadãos com cada...

Um Orçamento de continuidade sem esperança ou rasgo para o Futuro!

A propósito da apresentação do orçamento de 2023, importa refletir se existe rumo e rasgo de quem, já cansado, governa os nossos destinos. E, desde logo, se apresenta – como de continuidade. Continuidade de uma política que não atrai cidadãos (antes pelo contrário), empresas (na mesma direção), relevância social e...

Para que lado evolui o Município?

Caminhamos a passos largos para uma conjuntura bastante difícil. A economia e as finanças, o social e a proteção na saúde e na velhice, a educação e formação dos nossos cidadãos, o ambiente e a qualidade de vida, o desenvolvimento profissional, são políticas estruturantes em democracia que, senão forem...

Um orçamento sem qualquer perspetiva de futuro

Aprovado o orçamento de estado para os próximos anos, resta-nos apenas a reflexão do documento levado a aprovação no parlamento. Presenteamos uma situação de elevada dificuldade económica, que prevalece nas famílias e nas empresas, mesmo durante uma recuperação gradual após uma altura difícil da pandemia e que obrigados a consecutivos...

A democracia respeita-se, analisa-se e reforça-se

Portugal entra no ano de 2022 em eleições legislativas, onde tudo previa vários cenários e o desfecho mais ignorado foi o que ganhou. Uma campanha onde as arruadas e ajuntamentos presidiram sem qualquer tipo de entraves e o mais importante era ter o maior número de pessoas, de forma a...

Um Natal de todos, para todos!

Finalmente chegou a altura do ano que muitos dizem ser mágica. Com várias luzes de Natal, efeitos e decorações, as cidades transformam-se alusivas à época. Ao Natal chamamos uma época mágica, pois conseguimos trazer sempre o melhor de nós para com todos. Este é o exemplo da presente quadra natalícia, que...

Vandalismos do passado com olhos postos no futuro

É com os olhos do passado que pensamos no presente e futuro. O nosso trabalho de construção de sociedade, deve basear-se em todas as experiências de vida que os tempos nos foram trazendo. Experiências que nos trazem recordações enriquecidas de história, cultura e orgulho. Falo no exemplo de D. Afonso...

Das Políticas locais para o coração das pessoas

Vivemos numa altura fundamental da democracia, estando ela numa fase de transição de risco. As pessoas não acreditam numa democracia plena, não só porque os órgãos de maior destaque assim o fizeram parecer, mas porque também não se sentem representados. As políticas locais estão a esgotar-se, principalmente porque há um...

Guimarães, um Município sustentável ou aparentemente Ecológico?

Nos tempos presentes, deparámo-nos cada vez mais com preocupações e causas ambientais, num dos eixos promotores de sustentabilidade (a que acresce o social e económico). Ora, estimular esta vontade coletiva é fundamental, não apenas para o presente, mas também numa perspetiva de futuro das próximas gerações num planeta mais...

25 de abril – 47 anos de liberdade, mas serão suficientes?

Celebramos 47 anos da revolução do 25 de abril, um dia conotado pela conquista da liberdade e pelos direitos de cada indivíduo. 47 anos de liberdade, mas serão suficientes? Questiono-me nos dias de hoje se essa liberdade tem andado na sua plenitude nos tempos que vão correndo. E como esta...

Últimas Notícias

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER