14.5 C
Guimarães
Terça-feira, Julho 16, 2024

Aldão: requalificação da rua 24 de Junho deixou todos agradados

Economia

O presidente da Câmara inaugurou, ontem, a estrada que serve Aldão e Atães-Rendufe, uma grande avenida (em alguns troços do percurso) e que continua até Arões, em Fafe.

A inauguração foi um misto de alegria e recordação: alegria porque a obra concretizada não é uma obra qualquer, custou cerca de 2,3 milhões e aparenta resolver questões básicas, na vida das populações; a recordação veio das agruras naturais resultantes da execução da empreitada, com transtornos no dia-a-dia dos cidadãos.

PUB

A obra prolongou-se no tempo, com a definição em sede de projecto, de como haveria de ser e resolver problemas com infra-estruturas, de água e saneamento e até tecnológicas, com ligações de internet. E “não porque a junta tinha mudado de cor política”, uma coincidência do início do mandato e da empreitada que deixou dúvidas se a obra iria até ao fim.

Depois era a questão da sua beleza paisagística com a manutenção ou colocação de arvoredo, a utilização para actividades lúdicas pedonais; também, a relativa ao conforto foi tida em conta porque teria de dar resposta aos que fazem o uso pedonal da via, com passeios, onde fosse possível.

Situada no sopé de uma área com declive assinalável, e ao longo de uma extensão razoável, a rua 24 de Junho, era frequentemente “atacada” por enxurradas e águas soltas derivadas de momentos de maior pluviosiodade, que provocavam dores de cabeça no quotidiano das pessoas, por não estarem devidamente encaminhadas.

A ponte, alargada, sobre o rio Selho teve uma solução para permitir o atravessamento pelos peões, que não deixa a via apenas para as viaturas automóveis. “O projecto foi sendo elaborado e, mais tarde, sinalizei a necessidade de ser alargada a ponte sobre o rio Selho. Não fazia sentido se assim não fosse” – disse o presidente da Câmara.

Toda esta história foi recordada quer pelo presidente da Câmara no que toca à concepção da empreitada e pelo presidente da junta no decorrer dos trabalhos. Incluindo, o papel desempenhado pela anterior presidente da junta Conceição Castro (PS) e o actual Martinho Fernandes (PSD). É uma história longa porque a requalificação daquela estrada começou a ser pensada em 2013, atravessando até a pandemia durante a sua execução. E foi mais além da repavimentação da via, inclui zonas de estacionamento, o escoamento de águas pluviais e controle de velocidade por semáforos.

Todos ouviram todos, como provam os elogios mútuos da Câmara para a junta e de presidente para presidente, um diálogo que acabou ser a solução para resolver os traumas da execução, dos atrasos no tempo, da colmatação de constrangimentos. Isto porque, como sublinhou o presidente da junta de freguesia de Aldão, “os cidadãos são os melhores fiscais” atentos a alguns pormenores da execução que não são apenas reclamações.

Domingos Bragança destacou a qualidade da requalificação da obra. © GA!

Deste diálogo – entre junta de freguesia e Município – foi possível acomodar várias aspirações dos moradores, e da obra final ficaram elogios para todos: para a Câmara e seus técnicos, para a vereadora Sofia Ferreira com quem o autarca de Aldão resolveu situações mais complicadas, para a empresa construtora, sinal de que a requalificação da rua 24 de Junho agradou a todos e a todas as forças políticas.

A inauguração, constante do programa das comemorações do Dia UM de Portugal foi presenciada por aqueles que seguem os rituais destas cerimónias e teve um momento extra: a bênção do requalificado Nicho de Nossa Senhora dos Bons Caminhos, realizada pelo reverendo padre Joaquim Marques da Mota, um ponto de culto religioso que foi construído em Fevereiro de 1982. 

PUB

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias