Ecovia: entra na malha urbana da cidade

A 2ª fase da ecovia vai ligar os principais pontos de interesse da cidade, numa malha onde se instalam equipamentos, espaços públicos, serviços de transporte, áreas habitacionais.


São mais 24 quilómetros para uma rede de percursos cicláveis previstos no Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS), com que tem a apoio do Portugal 2020. E que vão criar eixos estruturantes ligando os principais pontos de interesse da cidade (equipamentos, espaços públicos, serviços de transporte, áreas habitacionais, entre outros.

A ecovia começou entre a Veiga de Creixomil e a Pista de Cicloturismo de Fafe, numa extensão de 17 quilómetros. Por esse facto, passou a integrar o Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) da Comunidade Intermunicipal do Ave.

VER MAPA:

📸 Município de Guimarães

Já com uma intervenção nas ciclovias urbanas definidas, a Câmara Municipal estende por mais 24 quilómetros, este circuito ciclável e pedonal, por corredores que deixando ao lado o trânsito automóvel, continuam canais partilhados, embora distinguidos por pintura e sinalização diferenciada.

A obra tem início esta semana e terá um prazo de execução de três meses, num investimento de cerca de 300 mil euros, inserido no Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) da Comunidade Intermunicipal do Ave.

📸 Município de Guimarães

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também