15.1 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Ucrânia: Guimarães integra projecto para reconstrução de cidades

Economia

Guimarães é uma das 36 cidades europeias – sendo a única representante nacional – seleccionadas no âmbito do projecto Sustainable Rebuilding of Ukrainian cities, lançado pela rede Eurocities.

O concelho terá uma equipa multidisciplinar a contribuir activamente para a reconstrução de cidades devastadas pela guerra, partilhando o seu conhecimento técnico e científico nas áreas da “Economia Circular e Gestão de Resíduos” e “Espaço público inclusivo/habitável e planeamento urbano integrado”.

O trabalho que a cidade de Guimarães tem vindo a desenvolver nestas áreas da sustentabilidade, assim como as estratégias participativas e de envolvimento dos cidadãos, levou à escolha do concelho para a integração no Sustainable Rebuilding of Ukrainian cities, que resulta de uma proposta debatida entre as cidades que integram a Eurocities. O projecto adveio da última Assembleia-Geral da Rede Europeia de Cidades Eurocities (em Espoo, na Finlândia), onde Guimarães esteve representada.

Com uma execução inicial de cerca de um ano, o Sustainable Rebuilding of Ukrainian cities vai combinar 10 a 15 cidades membros da Eurocities com suas contra-partes ucranianas, potenciando não só as relações de parceria já existentes como criando novas oportunidades de sinergia. O projecto permitirá entender melhor as necessidades ucranianas, testar métodos de trabalho e produzir um plano de reconstrução guiado pela neutralidade climática e práticas de desenvolvimento sustentável, reflectindo de perto os objectivos do Pacto Ecológico Europeu.

O Laboratório da Paisagem, entidade participada pelo Município de Guimarães, aderiu também à iniciativa Science For Ukraine, acolhendo uma investigadora na área da Economia Circular.

Trata-se de um grupo comunitário internacional de pesquisadores e estudantes voluntários, cuja missão é apoiar a comunidade académica da Ucrânia, garantindo a continuidade da sua presença junto das comunidades científicas após o conflito com a Rússia.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias