10.5 C
Guimarães
Terça-feira, Maio 21, 2024

Portas Abertas: escolhido como ferramenta para utilização de fundos em habitação social

Economia

A inclusão social activa da população em situação de sem-abrigo, através de intervenções holísticas e concertadas, da mobilização da rede social, da sensibilização da comunidade e da promoção de competências individuais, é o objectivo do ‘Portas Abertas’.

Este programa acaba agora por ser escolhido, entre 20 casos, para integrar o ‘Kit de Ferramentas Operacionais sobre a Utilização de Fundos da União Europeia para Investimentos em Habitação Social e Serviços Associados’, uma boa prática que fornece orientações para a implementação de projectos de habitação social financiados pela União Europeia (UE).

PUB

O projecto ‘Portas Abertas’ foi considerado um bom exemplo de como os fundos da UE podem ser utilizados para melhorar a qualidade de vida das comunidades através de investimentos em habitação social, sendo considerada uma abordagem inovadora que procura criar espaços comunitários e serviços associados aos moradores.

O kit de ferramentas inclui, entre outras coisas, informações detalhadas sobre como estruturar projectos de habitação social, aceder aos fundos da UE e como garantir a sustentabilidade desses empreendimentos, destacando as melhores práticas de projectos implementados com sucesso, como o projecto ‘Portas Abertas’.

Esta iniciativa poderá contribuir para que outras cidades e regiões consigam replicar o sucesso do ‘Portas Abertas’ e a melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos através de investimentos inteligentes em habitação social.

Sobre o ‘Portas Abertas’

Executado entre Novembro de 2021 e Junho de 2023 contou com um investimento total de 352.826,66€, cabendo 146.483,64€ ao FSE (Fundo Social Europeu) e 190.887,00€ ao Município de Guimarães.

No total, foram realizadas cerca de 10 actividades, como por exemplo, a criação de uma equipa itinerante ‘SOS sem-abrigo’, o espaço ‘By my guest’, o espaço convívio ‘esta também é a minha casa’, a implementação de um apartamento de autonomização, que abrangeram 86 pessoas em situação de sem-abrigo.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias