14.5 C
Guimarães
Terça-feira, Julho 16, 2024

Penha: Fuzileiros do Minho inauguraram memorial

Economia

Na cerimónia estiveram presentes altas patentes da Marinha Portuguesa e do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, entre outras individualidades.

O memorial aos Fuzileiros do Minho, localizado junto à escultura de homenagem a Gago Coutinho e Sacadura Cabral, da autoria de José Luís de Pinha, integrando uma âncora da Corveta João Coutinho F475 que, a 7 de Março de 1970, passou a fazer parte da frota da Marinha Portuguesa, por iniciativa da delegação de Fuzileiros do Minho.

PUB

E integrou-se nas comemorações do primeiro aniversário dos Fuzileiros do Minho, da associação que foi fundada em 17 de Junho de 2023, precisamente na Penha.

“O memorial perpetuará a camaradagem, a coragem e a honra dos homens que serviram e servem as fileiras dos Fuzileiros da Marinha Portuguesa”, realçou Fernando Almeida, presidente da delegação de Fuzileiros do Minho explicando que a colectividade que lidera é o “elo que une gerações de fuzileiros, uma ponte que promove a cultura e tradições desses heróis, um farol que ilumina o caminho para o auxílio humanitário e um espaço que valoriza o voluntariado e ação cívica”.

Sobre a escolha do local para a edificação do memorial, Fernando Almeida recordou que “foi na Penha que demos os primeiros passos para a criação da delegação de Fuzileiros do Minho e que, além de toda a receptividade da Irmandade da Penha, é um orgulho ter o memorial junto ao monumento a Gago Coutinho – que foi oficial da Marinha Portuguesa – e Sacadura Cabral onde recentemente foi assinalado o centenário da Travessia Aérea do Atlântico Sul”.

Fernando Almeida destacou ainda a colaboração da Marinha Portuguesa, através do Almirante CEMA Henrique Gouveia e Melo, que cedeu para o memorial a âncora da Corveta João Coutinho F475, proveniente da Base Naval do Alfeite, posteriormente restaurada pela delegação de Fuzileiros do Minho.

As comemorações do primeiro aniversário da delegação de Fuzileiros do Minho contaram com a presença, além do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, e do juíz da Irmandade da Penha, Roriz Mendes, de altas patentes do Marinha Portuguesa que se associaram ao aniversário da delegação e à inauguração do memorial.

Também, estiveram presentes Carlos Teixeira Moreira (capitão-de-mar-e-guerra e presidente da associação de Fuzileiros), Cortes Picciochi (almirante, oficial do estado-maior da armada), José Pinto Conde (capitão-de-mar-e-guerra e segundo-comandante do corpo de Fuzileiros), Rui da Silva Lampreia (capitão-de-mar-e-guerra), Tiago Miguel Vieira (capitão-tenente, oficial adjunto do capitão do Porto de Leixões e comandante da Zona Marítima do Norte), António Guerreiro Lopes (sargento mor fuzileiro), Conceição Lourenço (cabo mor fuzileiro) e representantes das delegações de Fuzileiros do Algarve, Alentejo, Beira Alta, Douro Litoral e Trás-os-Montes.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias