23.9 C
Guimarães
Quinta-feira, Julho 25, 2024

Movimento Democrático de Mulheres: realiza filme e debate com Cineclube de Guimarães

Economia

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, e na sequência da participação de uma centena de mulheres do distrito na Manifestação Nacional realizada no Porto no passado dia 4 de Março, o MDM (Movimentos Democrático de Mulheres) realizou ontem, dia 15 de Março, uma iniciativa pública em parceria com o Cineclube de Guimarães.

No Centro Cultural Vila Flor foi exibido o filme Entre Nossas Mãos, da realizadora francesa Mariana Otero, um documentário que retracta o processo de falência de uma fábrica de lingerie. O filme retrata a história de trabalhadores que decidem lutar para salvar seus empregos, assumindo a empresa em forma de cooperativa.

Entre os diferentes processos de confecção de lingerie, são confrontadas questões sociais e económicas. Com muita luta, os seus trabalhadores, maioritariamente mulheres, descobrem uma liberdade nunca antes sentida.

Mariana Silva e Susana Freitas. 📸 Direitos Reservados

Após a exibição do filme teve lugar um debate, onde foi sublinhado que o Dia Internacional da Mulher é celebrado há 110 anos e nasceu da necessidade das trabalhadoras lutarem pelos seus direitos, que na altura não existiam. Foi possível ouvir uma declaração da dirigente do Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes, Susana Freitas, e a intervenção da dirigente nacional do MDM Mariana Silva.

Questões como os salários baixos que são praticados na indústria, que emprega muitas mulheres, passando pela desigualdade salarial, que ainda hoje é um problema grave em Portugal, e a necessidade do reforço do Serviço Nacional de Saúde para dar respostas preventivas de doenças profissionais ou de saúde mental foram também abordados em intervenções de diversas mulheres presentes.

Para encerrar as comemorações do Dia da Mulher, e dando início às comemorações do 25 de Abril, terá lugar a apresentação pública do livro Elas Estiveram nas Prisões do Fascismo, em parceria com a URAP, no Café Milenário, em Guimarães, às 18h00 no dia 30 de Março. Estará presente Conceição Matos, resistente antifascista, presa política durante a ditadura, cujo testemunho “representa a coragem, a força, a resistência, a luta e a esperança”.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias