Cercigui: “i9 com a Diferença” beneficiou 39 pessoas, de ambos os sexos

Os jovens e pessoas deficientes excluídos de apoios sociais normais são os beneficiários desta resposta social que os tirou do isolamento social.


São 39, de várias freguesias do concelho, que estavam confinados no seu domicílio e que foram integrados neste projecto.

Todos terminaram a sua escolaridade e não tinham respostas sociais adequadas no âmbito dos apoios da Segurança Social.

E apresentavam a montante sinais evidentes de doenças ligadas a perturbações mentais, oncológicas, paralisia cerebral, incapacidade global.

Alguns deles, participaram na sessão onde foram dados a conhecer os resultados deste projecto. Quase todos eles estavam em casa, uns há três e outros há 11 anos, num isolamento social que terminou em 2019 quando o i9 com a Diferença começou.

Foi aí que o projecto começou por iniciativa da Cercigui, com o apoio da Câmara Municipal – que destinou 100 mil euros – e com a envolvência de algumas empresas. Contou ainda com o financiamento do POISE – Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego.

“Há um número cada vez maior de destinatários deste tipo de apoios”.

Paula Oliveira, vereadora da acção social, afirma que “os resultados da implementação deste projecto são altamente positivos”. Patrícia Graça, coordenadora do projecto, esclarece que “há um número cada vez maior de destinatários deste tipo de apoios”.

São esses jovens que participam em actividades que respeitam as suas próprias capacidades, num programa psico-social e terapêutico que se desenvolve em instalações próprias, perto das instalações da Cercigui, na cidade.

A qualidade de vida destes jovens e a abertura de uma porta de formação ou emprego, tem permitido alavancar o seu potencial individual e contribuído para a sua integração na comunidade.

Alguns desses destinatários do i9 com a Diferença mais capazes acabaram por serem encaminhados para o centro de formação profissional da Cercigui, um faz estágio profissional na Modatex, exemplos de integração e sinal do sucesso do programa.

Uma equipa de quatro pessoas – uma psicóloga, uma educadora social, uma auxiliar de animação sócio-cultural e uma coordenadora a meio tempo – dão apoio a 39 pessoas, de idades diversas, sendo 27 homens e 12 mulheres, com quatro com idade superior a 50 anos.

O i9 com a Diferença tem alguns constrangimentos ligados à dimensão das instalações e ao fim do seu financiamento nesta primeira experiência, que apostou num contexto profissionalizante para os seus participantes, funcionamento em duas e três vezes por semana, das 9h às 17h00.

Miguel Ângelo, Marta e outros amigos elegeram a auto-estima, a felicidade, a criação de novas rotinas e o ter novos amigos como o que mais gostaram da frequência deste projecto.

Bruno Faria, presidente da Cercigui não tem dúvidas sobre a importância dos parceiros estratégicos neste projecto: Câmara, Segurança Social, IEFP. E reconhece ao i9 com a Diferença a possibilidade de abrir novos horizontes na criação de autonomias, competências, formação e desenvolvimento intelectual nos seus participantes.

“Ainda há um espaço para situações específicas que escapam ao nosso olhar”.

Domingos Bragança, presidente da Câmara, destacou os resultados obtidos, apreciou o que alguns dos participantes activos disseram sobre os efeitos de terem nele participado. E reforçou a ideia de que “havendo respostas sociais padrão, ainda há um espaço para situações específicas que escapam ao nosso olhar e às quais o i9 com a Diferença acabou por corresponder”.

Reforçou que a política social do Município não deixa ninguém de fora, que a Câmara é um investidor social em todos os projectos porque “as instituições que actuam neste sector não têm robustez financeira para os implementar”.

Concluiu dizendo que “queremos que haja mais parceiros neste tipo de projectos com soluções mais criativas”.

📸 Município de Guimarães

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também