Legislativas: campanha de visitas na melhor tradição partidária

Partidos lançam iniciativas de pré-campanha abordando temas diversos e visitando “locais” tradicionais, como associações, escolas e quartéis de bombeiros.


O cabeça de lista da Iniciativa Liberal esteve com a União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UDIPSS), uma reunião em que a degradação do valor das comparticipações da Segurança Social que não têm sido actualizadas na proporção do aumento dos custos verificado nos últimos anos.

Os estudos feitos com objectividade pela CNIS demonstram, em média, como a comparticipação passou de 50% para 38% nos últimos quinze anos, sendo necessário alcançar-se novamente os 50%.

A articulação entre os diferentes ministérios com intervenção na dimensão social, a necessidade de encontrar um enquadramento jurídico adequado às funções de direcção das IPSS avaliando o equilíbrio entre o princípio do voluntariado e a desejável profissionalização da gestão das entidades, a situação remuneratória dos trabalhadores do sector, a necessidade de repensar o IVA das obras empreendidas pelas instituições, a urgência de promover soluções adequadas para enquadramento das situações relacionadas com a saúde mental dos doentes ou a urgência da clarificação da regulamentação de actividades como o serviço de apoio ao domicílio, não podendo a ausência dessa definição implicar a responsabilização das instituições, foram assuntos da agenda.

📸 Direitos Reservados

Rui Rocha, candidato da IL declarou ter saído da reunião “com a convicção reforçada da enorme importância do sector social, nomeadamente na área das soluções para a infância, para a doença e para os problemas do envelhecimento”, sublinhando que as instituições “assumem um papel insubstituível que deve ser valorizado pelos poderes públicos a quem cabe a responsabilidade de criar as condições para que possam exercer o seu papel de crucial importância num contexto adequado”.

Rui Rocha assumiu ainda o compromisso de defender na Assembleia da República a importância inestimável do contributo do sector social e a ser a voz da defesa destas instituições como actores insubstituíveis no contexto da resposta social.

De São Torcato ao ACES

Os candidatos do PSD visitaram a escola EB 2,3 de São Torcato no âmbito do roteiro temático para as eleições legislativas do próximo dia 30 de Janeiro. 

“Foi possível verificar duas realidades completamente distintas: o enorme esforço e dedicação dos profissionais e dos alunos em torno das suas escolas; a total degradação de uma escola que há anos reclama uma intervenção e que urge executar o projecto apresentado pela autarquia precisamente há dois anos” – revela a nota dos social-democratas, hoje divulgada.

Sobre a temática da Saúde o PSD Guimarães visitou o ACES – Alto Ave onde foi possível fazer um ponto de situação da vacinação em Guimarães e dos vários serviços de saúde do nosso concelho.

“Preocupa-nos as dificuldades que os utentes sentem em contactar as suas unidades de saúde, com as consequências que podem advir desse constrangimento. Partilhamos essa preocupação e reforçamos a importância destes cuidados de saúde primários, essencialmente para a população mais idosa”.

PAN nos Bombeiros

O cabeça de lista do PAN pelo círculo de Braga, Rafael Pinto, esteve, em Guimarães para várias acções de campanha, no âmbito das próximas legislativas.

A manhã foi reservada para o contacto directo com a população em vários pontos da cidade. À tarde deu uma entrevista à Rádio Fundação e reuniu, depois, com os Bombeiros Voluntários de Guimarães.

Também em Guimarães, o candidato do PAN participou no debate promovido pela ASMAV, no qual estiveram ainda elementos das listas do BE, PS, PSD, assim como os cabeças de lista do CDS, José Paulo Areia de Carvalho, e do PCP, Torcato Ribeiro.

O cabeça de lista do PAN, tem 25 anos e vive em Celorico de Basto. Formou-se em Direito na Universidade do Minho e foi candidato à Câmara Municipal de Braga nas últimas eleições autárquicas, tendo conseguido eleger o primeiro deputado municipal do PAN no distrito.

CDU quer que os direitos da mulher sejam respeitados

O Movimento Democrático das Mulheres (MDM) recebeu uma delegação da CDU constituída pelos candidatos Torcato Ribeiro, Ana Paula Martins e Catarina Marques.

Durante a reunião foram abordados os problemas específicos das mulheres, quer no plano nacional e regional. A persistência de desigualdades no trabalho e nos salários foi um factor destacado, tendo em conta que as mulheres continuam, em média, a usufruir de salários inferiores aos homens, e que são mais afectadas na precariedade e no acesso ao emprego.

O combate à desregulação de horários, a prevenção e garantia dos direitos no trabalho por turnos, a redução geral do horário de trabalho para as 35 horas semanais, sem perda de remuneração nem de outros direitos, assim como a consagração de 25 dias úteis de férias para todos os trabalhadores, forem igualmente colocadas. O MDM ressalvou que a emancipação da mulher passa inevitavelmente pela independência económica.

📸 Direitos Reservados

Torcato Ribeiro referiu que “é necessário garantir a defesa dos direitos de maternidade e paternidade e a criação de condições para o envolvimento de ambos os pais nas responsabilidades familiares. É um imperativo concretizar investimentos em infra-estruturas modernas, de elevada qualidade e locais e financiamento de serviços e prestadores de cuidados para garantir a universalidade do ensino pré-escolar e das estruturas de acolhimento de crianças, incluindo a partir de serviços públicos para a prestação de serviços de educação e acolhimento na primeira infância, incluindo o ensino pré-escolar público”.

Catarina Marques salientou que “a CDU defende o reforço dos serviços de saúde que garantam cuidados de saúde de alta qualidade bem como o acesso à saúde sexual e reprodutiva”, conforme preocupação manifestada pelas representantes do MDM.

Foi ainda abordada a importância de melhorar e implementar medidas com vista ao combate a todas as formas de violência que recaem sobre as mulheres, seja em contexto doméstico, no namoro e no trabalho.

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também