4.3 C
Guimarães
Sábado, Janeiro 28, 2023

Habitação: Coligação Juntos por Guimarães fala de três anos de atraso

O programa “1º Direito” existe desde 2018 e com ele já foram investidos mais de 485 milhões de euros, na construção ou reconstrução de 9.383 fogos.


É assim que a JpG-Coligação que aglutina PSD e CDS/PP nas próximas autárquicas, coloca a questão: “porquê só agora” se aplica em Guimarães? Lembra que Municípios como Almada, Arruda dos Vinhos, Évora, Lisboa, Matosinhos ou Oeiras, “tomaram a dianteira neste processo”, de aplicar localmente políticas nacionais.

E lança críticas sobre a cerimónia que juntou o ministro das Infraestruturas e Habitação e o presidente da Câmara.

“A apresentação de um programa que é de 2018 e em que Guimarães está manifestamente atrasado, só pode ser vista como uma manobra de propaganda eleitoral” – acusa a Coligação Juntos por Guimarães.

Sustenta, ainda, que “os problemas de habitação – que se agravam de ano para ano – mostram a indiferença de Domingos Bragança” que “nada fez pela habitação no concelho e agora, em fim de mandato, vem prometer um investimento, que já devia estar em marcha, para os próximos seis anos”, crítica o vereador do PSD, Ricardo Araújo, em nota distribuída à comunicação social.

O vereador reforça a sua crítica ao defender que “este protocolo com o Governo, não pode ser visto como a panaceia para os problemas da habitação, até porque ele se destina, e bem, aos mais desfavorecidos e às zonas mais degradadas”.

Acrescenta que “é preciso implementar uma série de outras soluções que respondam também à classe média e aos jovens, para que não continuem a ser empurrados para fora do concelho”.

PSD e CDS/PP confrontam, “em fim de mandato, o poder camarário sobre o cumprimento do programa do PS nesta matéria” perguntam: “onde estão os 62 fogos de habitação social que o PS se comprometeu a construir no seu programa eleitoral de 2017? Porque não foi cumprida a promessa de construção a custos controlados, como constava no programa com que foram eleitos?”

“Guimarães continua a ter bairros que nos envergonham e pessoas a viver em condições indignas…”

A Coligação Juntos por Guimarães rejeita “a demagogia política nesta área tão sensível, uma vez que Guimarães continua a ter bairros que nos envergonham e pessoas a viver em condições indignas, além disso, mesmo aquelas pessoas que se podem dizer de ‘classe média’ têm grandes dificuldades em arrendar ou comprar uma casa no concelho”.

“Este problema tem que ser enfrentado e, por isso, brevemente a Coligação Juntos por Guimarães apresentará um conjunto de propostas para resolver os problemas da habitação no concelho e colocar Guimarães novamente a crescer” – salienta a nota.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também