15.1 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Gondar: PSD e CDS viabilizam Junta minoritária do PS

Quatro obras e a audição prévia sobre o plano de actividades e orçamento sustentam o acordo político que viabiliza a Junta de Freguesia socialista em Gondar.


As eleições para a Assembleia de Freguesia de Gondar ditaram que nenhuma das quatro candidaturas obtivesse a maioria absoluta.

O PS elegeu o presidente da Junta, o mais votado dos quatro candidatos. Mas ficou em minoria face aos mandatos obtidos pelos restantes grupos: o PS obteve quatro mandatos, a Coligação Juntos por Guimarães dois, tantos quantos PCP/PEV e o grupo de Cidadãos Gondar com Futuro apenas um.

Neste 4-2-2-1, a táctica do candidato socialista Agostinho Faria foi entender-se com Ângela Pereira do PSD/CDS, num acordo simples e que deixa a governação da freguesia para os eleitos do PS, tal como a mesa da Assembleia.

Na base deste acordo partidário, a candidata da Coligação Juntos por Guimarães apenas quis que a elaboração dos planos e orçamentos da Junta de Freguesia tenham o acordo das duas forças políticas, antes de serem submetidos à aprovação da Assembleia.

E que quatro obras, inscritas no seu programa eleitoral, sejam concretizadas: a requalificação da Fonte da Quinta de Canas, o parque de estacionamento do cemitério, o baloiço panorâmico na rua Monte da Santa e o painel com imagens de monumentos da freguesia no edifício da nova sede da Junta.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também