Câmara, UM de acordo sobre importância do I9G

Só falta a decisão do governo

O Ministro da Economia já mostrou simpatia por este projecto mas falta ainda o acordo do Ministério do Planeamento.

O I9G é um projecto de inovação que a Câmara Municipal de Guimarães impulsionou com a Universidade e com o contributo de José Oliveira, da Bosch.

Foi apresentado ao Governo. O Ministério da Economia e o governo viram-lhe valor para dinamizador da transferência de conhecimento da Universidade para as empresas e influenciar a inovação no tecido empresarial da região.

Siza Vieira esteve em Guimarães para dar “apoio institucional ao projecto, tal como tem apoiado outros projectos de inovação que transfiram conhecimento produzido em Instituições de Ensino Superior para empresas e, assim, contribuam para o objetivo de aumentar a competitividade nacional”.

Contudo, o I9G ainda não tem financiamento, nem declarado, nem definido. O Ministério do Planeamento ainda nada disse sobre se apoia ou não o projecto.

Domingos Bragança, presidente da Câmara, e Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho, chegaram a falar com o Secretário de Estado que é hoje o Ministro do Planeamento, Nélson de Souza.

A nível local, Ricardo Costa, pela CMG, Guilherme Pereira, pela UM, e José Oliveira (Bosch), empenharam-se no desenho do I9G enquanto solução também para a qualificação de pessoas, para a promoção da inovação e para fortalecer a área do conhecimento e da tecnologia.

E a quando da apresentação do programa do governo “Indústria 4.0” em Guimarães, o I9G também esteve nas conversas e foi até apresentado numa reunião da COTEC.

Depois disso, mais nada se disse do I9G apesar do valor que se lhe reconhece e da importância que pode ter no contexto económico e das soluções que pode oferecer à região num contexto de crise.

O I9G está, pois, à espera de apoio de um quadro comunitário favorável, de modo a receber dos fundos europeus parte da sua sustentação.

Os empresários, entretanto, apoiaram a ideia, assinaram um memorando de entendimento que significa que concordam com as soluções apresentadas.

A Câmara já apontou o local onde pode vir a funcionar a Academia da Indústria, prevista no I9G para qualificar e requalificar trabalhadores, contribuir para o aproveitamento de talento com remunerações acima da média.

© 2019 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,626FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também

Obras municipais: não há planeamento mas o que se faz é bom

O PSD refere que as obras em curso não têm planea...

O corpo das mulheres nunca será uma arma

Existe, indubitavelmente, uma diferença entre os ...

Ciclismo: representação nacional na UCI com um vimaranense

O Congresso da União Ciclista Internacional (UCI)...

UMinho: José Campos e Matos lidera a YES For Europe

A Confederação Europeia de Jovens Empresários, or...