23.9 C
Guimarães
Quinta-feira, Julho 25, 2024

Têxtil: ATP analisa actividade do sector

Economia

Foi uma reunião com os seus associados em que o panorama do sector foi avaliado e apontadas algumas medidas que ajudem a ultrapassar o abrandamento na produção têxtil.

Ouvir os empresários sobre impactos reais e directos do abrandamento dos negócios no sector têxtil, justificou a reunião da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, durante esta semana.

Ficou claro que “há um arrefecimento da procura” que tem consequências na actividade produtiva do tecido empresarial afectando toda a fileira do sector têxtil.

As perspectivas para os próximos meses foram analisadas tal como as medidas de apoio que importa implementar

“Não há grandes expectativas quanto à duração deste período de contenção por parte do mercado.”

Entretanto, num comunicado divulgado, a ATP adianta que “não há grandes expectativas quanto à duração deste período de contenção por parte do mercado”.

Urge, pois, encontrar medidas que possam manter os trabalhadores ocupados, neste período de menor procura. E a ATP lembra que com o IEFP podem ser desencadeadas acções de formação, valorizando os trabalhadores, quando são notórios os desafios da sustentabilidade e da digitalização que justificam e exigem novas competências dos trabalhadores

A ATP reconhece que foram ainda discutidas medidas na área do financiamento e do aumento de liquidez e tesouraria das empresas.

“Uma grande preocupação partilhada por todos os empresários foi a elevada carga fiscal que recai sobre o trabalho, limitando os rendimentos dos trabalhadores que não beneficiam do esforço financeiro que as empresas fazem sempre que aumentam os salários” – salienta a nota da ATP.

Os empresários voltaram a lembrar que “os custos de contexto têm vindo a aumentar significativamente em Portugal (ao contrário do que deveria ser e do que os políticos afirmam), sendo cada vez mais difícil gerir empresas em Portugal e promover o crescimento da economia”.

A associação refere ainda que “irá transmitir estas mensagens ao poder político, solicitando a tomada de medidas concretas”. E pede que, caso os empresários tenham alguma sugestão em concreto que considerem relevante para ajudar as empresas a ultrapassar este período mais difícil, contactem a ATP.

📸 GA!

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias