Têxteis: progressão em relação a 2019 mantém-se

As exportações do sector têxtil e vestuário, nos primeiros nove meses do ano, ascenderam a 3,9 mil milhões de euros, tendo registado uma subida de 1,6% face ao mesmo período em 2019.


A ATP regista os danos do INE sobre o comércio internacional de têxteis. E confirma que os melhores desempenhos foram registados na categoria de produtos têxteis lar e outros artigos têxteis confeccionados. 

Um acréscimo de 129 milhões de euros face a 2019 (+27,6%), foi registado com destaque para as roupas de cama, mesa, toucador e cozinha, cujo valor exportado aumentou 24% (correspondendo a um acréscimo de 86 milhões de euros). O vestuário em malha exportou mais 113 milhões de euros, assinalando um aumento de 7% face ao mesmo período em 2019.

Exportações (principais clientes):

Em Milhões €Jan-Set 2019Jan-Set 2020Jan-Set 2021Evol.20/21Evol.21/19Peso 21
Espanha1216895102114,1%-16,0%26%
França5015465734,8%14,4%14%
Alemanha3293313526,2%6,9%9%
EUA25223131736,9%25,5%8%
Reino Unido*NDND289NDND7%
Itália23420326932,6%14,8%7%
Países Baixos17215119830,8%15,1%5%
Suécia77688828,3%13,6%2%
Bélgica7378837,4%14,4%2%
Dinamarca54617523,6%27,9%2%
Intra UE (27)29002554291714,2%0,6%73%
Extra UE (27)1024877106821,8%4,3%27%
Mundo39243431398516,1%1,6%100%
*excepto Irlanda do Norte
© ATP/ INE

Inversamente, o vestuário em tecido continua a registar o pior desempenho, com uma quebra de 165 milhões de euros, ou seja, -22,2%, mostrando que ainda não conseguiu recuperar do impacto da crise pandémica.

Destinos com maior crescimento em termos absolutos (2021/2019):

(acréscimo em milhões de €)Evolução
França72,014,4%
EUA64,525,5%
Itália34,714,8%
Países Baixos26,015,1%
Alemanha22,76,9%
© ATP/ INE

Em termos de destinos, França e EUA continuam a registar o melhor desempenho com acréscimos de 72 milhões de euros e de 64,5 milhões de euros, respectivamente. E Espanha continua a registar a maior quebra, com -195 milhões de euros.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também