Vitória: jogadores aptos para o jogo com o Nacional

O Vitória tenta repor ordem no seu calendário competitivo, ao defrontar o Nacional num jogo que devia ter acontecido a 3 de Janeiro.


João Henriques falou das quebras no ritmo da sua equipa, a única com dois jogos em atraso, um factor extra que desorganiza a preparação do Vitória no campeonato. De facto, não foi apenas a Covid-19 que afectou vários jogadores, no início do ano. Também, o frio e a geada impediu a realização do jogo com o Farense adiado, por duas vezes, e remarcado para 17 de Fevereiro.

Na prática, o Vitória esteve 12 dias sem competição, com apenas um jogo disputado com o Moreirense. “Preferia jogar sempre” disse o treinador ontem na antevisão do jogo com o Nacional, pois, com mais jogos, o ritmo competitivo é maior, ficando a cargo da equipa técnica a gestão dos pontos mortos do calendário.

Esta paragem imposta, causa transtornos, porque a equipa prepara-se para jogos que não realiza. Mas salienta que os seus jogadores estão “fisicamente bem”, um factor que poderá não deixar afectar a equipa nesta intermitência de jogos.

O jogo com o Nacional acontece em períodos diferentes do calendário, o que pode afectar o seu rendimento. Porém, acredita que o Nacional colocará dificuldades ao Vitória, logo à noite.

Reconhece que o campeonato está vivo e mais competitivo, ao contrário do que se diz. Quer, no primeiro jogo em casa, de 2021, reiniciar a competição da melhor maneira. Em 18 jogos disputados para a Liga NOS, em casa, o Vitória ganhou por oito vezes, empatou por seis vezes e perdeu em quatro jogos.

© Vitória SC

Sobre o contexto Covid que condiciona a vida do país em diversos sectores, João Henriques entende que não há razões para suspender a competição ou competições. Parar “seria terrível para o futebol português” – afirmou. Como no futebol, as regras da DGS tem sido cumpridas, apesar de alguns percalços com todos os clubes, o futebol tem de continuar. E cada clube deve encarar a infecção de jogadores “como uma lesão que acontece” sendo assim que devem ser encaradas pelas equipas.

Relativamente ao relvado, João Henriques acredita que está tudo pronto para que se realize o jogo. “O relvado está bom” – reconhece depois de ter estado a presenciar o esforço da estrutura do Vitória para tornar o palco do D. Afonso Henriques com condições para a prática do futebol.

Os 22 convocados para o encontro que opõe o Vitória SC ao CD Nacional, referente à 12ª jornada da Liga NOS, são: Bruno Varela, Easah Suliman, Abdul Mumin, Marcus Edwards, Bruno Duarte, Ricardo Quaresma, André André, Gideon Mensah, Rochinha, Falaye Sacko, Pepelu, Wakaso, Matous Trmal, Oscar Estupiñán, Jorge Fernandes, Jhonatan, Zié Ouattara, André Almeida, Luís Esteves, Noah Holm, Miguel Luís e Nicolas Janvier.

Mascarenhas, Mikel, Maddox, Sílvio e Joseph estão lesionados e não poderão dar o contributo à equipa.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,626FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também

Obras municipais: não há planeamento mas o que se faz é bom

O PSD refere que as obras em curso não têm planea...

O corpo das mulheres nunca será uma arma

Existe, indubitavelmente, uma diferença entre os ...

Ciclismo: representação nacional na UCI com um vimaranense

O Congresso da União Ciclista Internacional (UCI)...

UMinho: José Campos e Matos lidera a YES For Europe

A Confederação Europeia de Jovens Empresários, or...