Tondela: há sempre uma primeira vez para ganhar fora ao Vitória

Ganhar ao Vitória continua fácil para qualquer equipa e o Tondela veio a Guimarães conquistar o seu primeiro triunfo fora de portas.


Quando uma equipa reage nos últimos minutos do jogo, sujeita-se a perder depois de enfrentar um adversário resistente e que teve mérito de construir uma vantagem de dois golos que até podiam ser três. Ao somar a quarta derrota consecutiva, o Vitória não aproveita eventuais deslizes do Paços de Ferreira para chegar ao 5º lugar. E deixa o 6º lugar mais vulnerável e ao alcance de outros adversários.

João Henriques entendia que com Quaresma e Marcus Edwards no banco podia ganhar o jogo e dominar o adversário. Deu oportunidades a jogadores mais novos que entraram como titulares, uma espécie de equipa “política” de modo a agradar aos sócios, famintos de triunfos e sempre abertos às experiências com os mais novos.

© LPFP VSC

Porém, o Tondela tinha a lição bem estudada. Foi sempre uma equipa organizada, não cometeu erros, jogou com o melhor sistema que dava para surpreender o Vitória e contou com um espanhol inspirado. Mario González marcou os dois golos (27′, 76′) que estruturaram o triunfo do Tondela.

Já com a casa a arder, João Henriques apostou tudo nos últimos 10’ regulamentares do jogo que se tornaram em quase o dobro. A equipa construiu oportunidades mas o acerto do guarda-redes Trigueira foi sempre o último obstáculo às tentativas de ataque do Vitória.

Tal como noutros jogos e durante o campeonato, o Vitória reagiu e não agiu, fez sempre exibições irregulares, ora jogando bem na 1ª parte e fazendo uma 2ª pior e vice-versa. E o jogo com o Tondela foi espelho dessa irregularidade, da qual o adversário soube aproveitar jogando sempre na mesma toada e na parte final como um conjunto bem resistente.

© VSPORTS

João Henriques explica a quarta derrota consecutiva com uma simples verdade: “o jogo não correu bem, como foi planeado”. E com outros lugares comuns defendeu que, em casa, “o Vitória tem de ganhar mais vezes”, que os jogadores estão tristes porque “querem sempre fazer o melhor”. E acentua que “a equipa merecia ter mais sorte pelo trabalho que faz durante a semana”. E esquecendo o passado, volta a afirmar que “o foco está no próximo jogo, com o Portimonense”, para voltar “a ganhar os três pontos”.

No final do jogo e perante nova derrota, o treinador entende que não tem o seu lugar em perigo.

O Vitória alinhou com: Bruno Varela, Sacko, Jorge Fernandes, André Amaro (Miguel Luís 57′), Hélder Sá, Mikel Agu, André Almeida (Bruno Duarte 77′), André André, Rúben Lameiras (Marcus Edwards 77′), Rochinha (Quaresma 57′) e Óscar Estupiñán.

Notas de… uma primeira vez…

  • João Henriques tinha admitido quando estava para defrontar o Sporting – que ainda não tinha perdido – que havia sempre uma primeira vez para acontecer;
  • Foi com esta filosofia que o Tondela veio a ganhar ao Vitória, no que foi o seu primeiro triunfo fora, porque há sempre uma primeira vez;
  • O Vitória continua a demonstrar que é um erro de casting, pois, com um plantel caro, com estrelas, com jogadores que custaram um balúrdio e que não são convocados, está a ter resultados tão díspares quanto desconformes;
  • O relato do jogo pode mostrar que o Vitória jogou para ganhar, pelo que fez nos últimos minutos, mas a história vai registar a derrota caseira que se repete, o que não abona em favor da programação, escolhas, e apostas da época;
  • João Henriques, a continuar com estes resultados, não consegue fechar a porta de saída do clube, uma substituição na equipa técnica, que é mais marca de instabilidade do que de rotação de plantéis, com escolhas acertadas;
  • Óscar Estupiñán voltou a marcar um golo bonito na 1ª parte que poderia ser lenitivo para a equipa mas tudo continuou na mesma e só depois do 1-2 é que houve reacção sem golos;
  • O Tondela ganhou com humildade, com sacrifício, com garra e quando não podia, pedia a ajuda da sorte que protege sempre os mais audazes, e quem marca golos e não quem os ameaça marcar;

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,728FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também

Novo livro: Ferreira de Castro e(m) Guimarães

No âmbito do Dia Mundial do Livro, Álvaro Nunes e...

Síncope: artista Carlos A. Correia estreia hoje no espaço Oub’lá

O espectáculo está dividido em três partes. Músic...

Moreirense: início fatal afasta o 6º lugar

Nos primeiros 11’ da partida, o Moreirense sofreu...

Vitória: o resultado é bem melhor que a exibição

Com um golo de Rochinha (16’), o Vitória importou...

Vitória: inverter o ciclo com o Santa Clara

O jogo com o Santa Clara é crucial no resto do ca...