João Henriques: “sou um treinador feliz, por ter jogadores diferentes e com qualidade”

Um treinador contente, jogadores disponíveis, a meta é manter a veia vencedora dos últimos jogos.


“O Vitória entra em todos os jogos para ganhar. É lógico que queremos os três pontos em qualquer campo, foi isso que fizemos anteriormente e vamos fazer neste jogo contra um adversário que dispensa apresentações pelo que fez na época passada e nas anteriores”.

As palavras de João Henriques revelam ambição, determinação, confiança e vontade de vencer frente ao Rio Ave, o próximo adversário de um campeonato atípico, pois, os casos que se têm registado não são provocados pelos adeptos mas sim por aqueles que dependem da profissão e dizem defender a indústria do futebol. “O Rio Ave – diz João Henriques – tem um novo treinador e está à procura de se reencontrar. Nós, estamos confiantes, depois de cinco jogos sem perder, queremos manter esta sequência de resultados. É isso que desejamos com o Rio Ave para voltar a vencer”.

André André estará de regresso à equipa, o que agrada ao treinador vitoriano, sempre adepto de ter todos os jogadores disponíveis para qualquer partida. “O regresso do André é no mesmo sentido do que disse sobre a sua ausência. O André dispensa apresentações, é mais uma solução para este jogo. É uma peça de relevo aqui dentro por aquilo que tem apresentado. Fora das quatro linhas tem muita importância porque é o nosso capitão”.

©Vitória SC

O treinador do Vitória reconhece que a incorporação do capitão nos convocados, “tem muitos pontos positivos”. E não hesita em declarar: “sou um treinador feliz, por ter jogadores todos diferentes, mas todos com qualidade”. E acrescenta que esta qualidade do plantel permite-nos “a possibilidade de abordar todos os jogos de forma diferente, podemos apresentar surpresas para que os adversários não se sintam confortáveis. É uma mais valia para nós ter jogadores que fazem as coisas de forma diferente”.

Com os 30 pontos conquistados na primeira volta do campeonato, e podendo ainda alcançar os 33 se vencer o jogo em atraso, João Henriques mostra-se ambicioso na vontade de fazer uma segunda ronda com mais pontos. “O nosso objectivo é tentar ganhar todos os jogos, entrar de forma competitiva para ultrapassar adversários. Só no final é que podemos saber qual o lugar em que ficamos. Enquanto houver equipas à nossa frente, vamos tentar alcançá-las. Mas, só podemos olhar para os nossos jogos”.

Ambiciona, e acalenta nesta segunda volta, uma vontade “de melhorar o que fizemos na primeira. Somos todos muito ambiciosos, mas não de forma desmedida, é uma ambição realista, com os pés no chão. Não temos um limite máximo, não há limites máximos, vamos querer sempre mais a cada semana” – reconheceu.

©GA!

Após três vitórias em quatro jogos em casa, João Henriques quer continuar a consolidar o papel do Estádio D. Afonso Henriques na evolução da equipa. “Queremos dar seguimento ao que fizemos nos últimos jogos em casa. A falta de adeptos é evidente, para nós é uma mais valia poder contar com os adeptos, que nos apoiam em todo o lado. É uma grande perda não ter os adeptos connosco. Em casa, queremos continuar a ser muito fortes, somar vitórias para continuar a consolidar a nossa posição na classificação” – concluiu.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,602FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também

Lions: a inteligência artificial em debate

Conhecer melhor a Inteligência Artificial é possí...

BIG: mulheres dão o tom à Bienal de Ilustração

Ilustradores juntam-se, em Guimarães, no final do...

Março-o retorno

Começamos o ano com muitos desafios, que nos pede...