9.4 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Vitória: há sempre uma primeira vez para ganhar ao Sporting

João Henriques afirma que a semana começou com ambição dos jogadores de voltarem a fazer as coisas bem.


O treinador referia-se ao facto de o Vitória não ter como objectivo ser o primeiro a ganhar ao Sporting mas vencer o próximo jogo que, coincidentemente, contra a equipa de Alvalade. “Na cabeça dos jogadores” – disse – está “a vontade de voltar, rapidamente, a fazer as coisas bem” e “o jogo com o Sporting não é diferente de qualquer outro”. Assegura que “vamos a Alvalade com esse espírito, depois de uma semana de trabalho normal”, reconhecendo que “os jogadores sabem qual é o nosso historial, que tivemos um passado recente menos bom, pois sofremos muitos golos e o que nos resta fazer é rectificar para voltar a ser uma equipa consistente”.

João Henriques recordou o passado da equipa, acreditando que “mais do que o sistema, o importante é o modelo e a ideia de jogo que deve ser posta em prática em cada momento da partida, dando foco ao que de bom já fizemos”.

Lembra o momento em que a equipa tinha a melhor defesa e o progresso feito para a tornar mais consistente no ataque, “aumentando o volume de futebol ofensivo que se traduziu em golos e pontos”.

Agora “há muita confiança no que a equipa pode fazer” e no caso do próximo jogo “ainda ninguém venceu o Sporting, contrariando o seu poderio e o caminho que está a fazer para ter sucesso desportivo”. João Henriques não escamoteia o valor do Sporting, líder da classificação, com vantagem considerável, seu adversário mais próximo mas que “já teve dificuldades em ultrapassar outros adversários, recorrendo aos serviços mínimos”.

“O nosso objectivo não é vencer o Sporting mas sim vencer o próximo jogo e conquistar os três pontos, corrigindo o que fizemos de mal…”

“Então – acredita – há-de haver sempre uma primeira vez, para tudo” e espera que “até podemos ser nós a vencer pela primeira vez o Sporting”. O treinador não faz disso uma obsessão porque “o nosso objectivo não é vencer o Sporting – não há troféu nenhum para essa façanha – mas sim vencer o próximo jogo e conquistar os três pontos, corrigindo o que fizemos de mal”. Mostrou-se alinhado com “a estrutura do projecto do Vitória, orientado para o que são os objectivos do clube, em todas as suas equipas”.

João Henriques vai apresentar 11 jogadores, “independente do seu nome” porque acredita em todos os que estão disponíveis, contra um Sporting que “corria para os 100 metros e já está a correr a maratona, uma equipa que se tem revelado sólida e competente”.

O Vitória parte sem medos porque “quer ganhar pontos para ir atrás do lugar à nossa frente”, deixando antever que “em Alvalade vão-se confrontar duas boas equipas, cada qual com os seus jogadores”. O treinador não quer que aconteça o mesmo da 1ª volta em que houve “uma décalage grande em golos que nos surpreendeu”, porquanto a ideia de “disputar o resultado com pontos para nós é a que vamos assumir”, sem qualquer pressão.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também