19.5 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Tomás Händel: “É mais uma época para promover o futebol atractivo”

Economia

Tomás Händel, capitão da equipa e figura influente no Vitória da época passada, foi o primeiro jogador a falar à comunicação social, no início dos trabalhos de preparação da época que vai começar com mais uma participação nas provas europeias.

Saudou Rui Borges, o novo treinador, e os novos colegas do plantel e apontou como exigência “ganhar e jogar bem”.

PUB

E acredita que a equipa está preparada para “mais uma época dura”. Händel admitiu que apresentar um “futebol atractivo”, regularmente é uma forma de agradar aos exigentes adeptos vitorianos.

A chave para ultrapassar dificuldades e constrangimentos, é apontada pelo capitão: “com a união do clube e a união do nosso grupo que já nos é tão característica, será mais uma época de sucesso, como a que foi o ano passado”.

Aposta já em vencer o primeiro obstáculo na Conference League, passando a eliminatória e tentando chegar à fase de grupos depois.

Sobre os primeiros dias com Rui Borges, no comando da equipa, afirmou que “há novos métodos, novas ideias”, deixando entender que a linguagem é universal para quem está ligado ao futebol e, isso, é o primeiro factor para todos se enquadrarem nos objectivos da equipa.

Projecta a nova temporada “pelo passado do mister e por aquilo que ele nos tem incutido, acho que será mais uma época em que será feita a promoção de um futebol atractivo, o que é muito importante, e em que haverá mais uma vez valorização dos jogadores do Vitória”.

Sobre os novos colegas, admite que “o nosso grupo é fantástico nesse aspecto e, por isso, não terão dificuldade em integrar-se”.

“Este ano o que vamos tentar fazer é melhorar o que conquistámos.”

“A fasquia está muito alta, com os adeptos que nós temos as expectativas são sempre elevadas, mas acho que uma coisa que há no nosso grupo é que temos sempre a exigência em alto nível. No ano passado conseguimos bater o recorde de pontos, este ano o que vamos tentar fazer é melhorar o que conquistámos. Sabemos que não é fácil, mas com o trabalho que vamos fazer todos os dias podemos chegar lá no fim do ano” – sustentou.

Com o mercado em aberto, Händel encara com tranquilidade o futuro. “Acho que é normal, depois de uma época de sucesso, haver rumores de transferências. O mercado funciona assim, acho isso completamente normal nesta fase. O que eu posso dizer é que tanto eu como os meus colegas estamos completamente focados, agora nesta pré-época, em ajudar o Vitória. Temos o primeiro jogo daqui a um mês, e a nossa energia está directamente relacionada só nesse aspeto. Mais nada”.

Falou ainda sobre a saída de André André: “O André é mística. Só tenho coisas boas a dizer dele. Eu sou suspeito, é um amigo. Tem muita qualidade, tanto dentro do campo como fora do campo. Por isso, são decisões que cabem no futebol, faz parte do futebol. Agora o que eu tenho a dizer do André André são só coisas boas”.

PUB

Foto © Vitória SC

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias