Taça de Portugal: Berço deu réplica ao B SAD mas foi afastado

Na 3ª eliminatória, juntaram-se grandes, médios e pequenos clubes, numa competição democrática e numa festa do futebol.


Não houve surpresas de monta, apesar de ser habitual que um ou outro clube, da divisão maior se renda a clubes de outras divisões e dimensões menores.

Por exemplo, o Marítimo deixou a Taça de Portugal na Póvoa de Varzim onde se despediu na marcação de grandes penalidades, depois de um empate a 2-2 no tempo regulamentar e que durou até aos 120’.

O mesmo aconteceu ao Arouca que se despediu da prova depois de 1-1 no tempo de jogo sendo eliminado nos penaltis por 1-2.

O Rio Ave afastou o Boavista por um claro 4-0 no tempo regulamentar.

Dos clubes da AF de Braga só a equipa vimaranense do Berço perdeu mas deu luta bastante ao B SAD. Foi pela diferença mínima (1-2) que foi afastado, registando-se a réplica perante uma equipa da primeira Liga que só após prolongamento se manteve na Taça de Portugal.

Também o Moreirense teve de fazer horas extras, em Lisboa frente ao Oriental Dragon, vencendo por 3-2 após prolongamento.

A normalidade, esteve no triunfo ainda sofrido do Vitória frente ao Oliveira do Hospital por 1-0, na estreia feliz do Vizela que afastou o Vitória de Setúbal, vencendo por 2-0, na cidade do Sado.

Já folgados foram os triunfos do Braga e Gil Vicente por igual número de golos: 5-0. O Braga venceu o Moitense, na Moita, e o Gil Vicente foi ganhar a Condeixa.

📸 Moreirense FC

© FPF
© FPF
© FPF

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também