1.5 C
Guimarães
Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023

Pevidém: estrela candente no Campeonato de Portugal

Alcançou a subida à Liga 3 com um empate na última jornada e qualificou-se para disputar o acesso à Liga 2 das competições da FPF. Um feito!

O Pevidém Sport Clube, que já tinha o seu nome inscrito na Taça de Portugal, acaba de dar um salto enorme nas competições nacionais de futebol, ao garantir um lugar na Liga 3 e deixar em aberto o acesso à Liga 2 que se começa a disputar a 23 de Abril.

Ainda há apenas uma época, o Pevidém estava a disputar a máxima competição distrital – a Liga Pró Nacional da AF de Braga – e, num ápice, ei-lo envolvido num salto que pode ser ainda mais histórico, de poder alcançar 2 em 1: na próxima época já tem lugar na Liga 3 mas ainda pode ir directo para a Liga 2 se vencer os jogos que tem de disputar no seguimento do campeonato de Portugal.

Se o empate, já bastava para dar ao Pevidém o 1º lugar da série, o 2-0 da última partida era uma espécie de almofada de conforto para o que restava jogar. E como no futebol tudo é possível, o S. Martinho haveria de se aproveitar não apenas da emoção como do cansaço da equipa de Pevidém que perdeu a vantagem em apenas sete minutos: aos 61’ viu uma defesa de André Preto desperdiçada num penalti, pois, a defesa não foi célere a afastar a bola, permitindo uma recarga vitoriosa do jogador do S. Martinho; e aos 68’ cedeu mesmo a igualdade a dois golos, num lance dentro da pequena área.

© João Queirós

Entretanto, também o 2-2 serviu ao S. Martinho, pois o Rio Ave B estava a ser desfeiteado pelo Felgueiras e o empate garantia também que a equipa vizinha alcançasse a Liga 3.

Numa festa, dentro do campo, pelos jogadores e na bancada apenas por uns poucos dirigentes e jogadores do plantel e alguns convidados, o Pevidém viu consumada a sua estratégia desportiva, num campeonato ainda assim bastante competitivo, com equipas com maior projecção como o Fafe, Felgueiras e Tirsense e onde também participaram as equipas vimaranenses do VSC B – vai tentar subir à Liga 3 -, Berço – que continua no campeonato do campeonato de Portugal, na próxima época – e Brito – que regressa às competições distritais.

© João Queirós

O Pevidém foi orientado nesta ascensão por João Pedro Coelho, um treinador que se tem dedicado ao clube há já várias épocas, com sucesso; e por Rui Machado, um presidente que deu ambição a uma estratégia de desenvolvimento desportivo assente em bases sustentáveis.

O treinador do Pevidém, João Pedro Coelho, registou que a sua equipa “garantiu o 1º lugar numa série muito competitiva”, cujos clubes estão recheados de bons jogadores.

Hoje, em Pevidém a festa do futebol far-se-á dentro de casa, comemorando-se em família o sucesso desportivo de uma equipa composta por 24 jogadores – todos portugueses – e a maioria dos quais da região e com um passado desportivo ligado a clubes bem conhecidos.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também