Moreirense: os últimos cartuchos no ataque ao playoff

Foi ao Estoril jogar para não perder e acabou condenado pelo empate que se desfez aos 66’ quando o Estoril marcou o golo que ditou o resultado do encontro.


Depois, aos 92’, Yan Matheus falhou uma grande penalidade, rematando ao poste, não aproveitando a oportunidade para igualar de novo.

Ao optar por um jogo mais seguro, alimentado por uma igualdade ilusória, o Moreirense deixou-se embalar na luta por um ponto que não conseguiu sequer segurar.

Sá Pinto não arriscou, quando o que estava em jogo era a permanência no principal escalão do futebol nacional.

Entre perder com glória, lutando por um triunfo que dava outro fôlego à equipa, o treinador optou sempre por manter uma igualdade ténue, desfeita por erros sucessivos na defesa, dos quais nasceu o golo do Estoril.

📸 LPFP

Este calculismo de Sá Pinto foi-lhe fatal porque a reacção da equipa só veio depois do 0-1 e de algumas substituições feitas com as entradas de Derik Lacerda, André Luís e Yan Matheus que deram mais velocidade ao jogo lento que se viu durante muito tempo.

Mas prevalecia o golo de André Franco e os avançados do Moreirense continuavam desinspirados a rematar ao lado e por cima. O domínio do jogo nos últimos 20’ foi apenas tolerado pelo Estoril.

O jogo só foi interessante nas duas dezenas de minutos finais, deixando a ideia de que a equipa podia fazer mais – muito mais porque o jogo decidia a despromoção de divisão. E a perda do palco nacional a um clube de uma vila de Guimarães que já se tinha habituado a estar entre os grandes do futebol português.

O Moreirense só tem a matemática e contas complicadas a seu favor porque já ligado à máquina não depende de si mas de outros adversários.

O Moreirense alinhou com: Kewin Silva, Matheus Silva (Yan Matheus 73’), Pablo, Rosic, Frimpong (André Luís 60’), Sori Mané (Rodrigo Conceição 73’), Jefferson Júnior, Walterson (Derik 57’), Franco (Ismael 73’), Pedro Amador, Rafael Martins.

Amarelos: Sori Mané (53’), Pedro Amador (74’), André Luís (81’).

📸 LPFP

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também