Moreirense: ganhou mas ficou a dois golos da Liga Portugal

Apesar de ter jogado melhor do que em Chaves e ter ganho o jogo, a equipa vimaranense interrompe, mais uma vez, a sua presença entre os maiores do futebol nacional.


Depois de abrir o marcador aos 25’, o Moreirense não logrou chegar ao segundo e igualar o play-off. E acabou os últimos minutos pressionado pelo Chaves que mostrou maturidade bastante para concretizar a sua subida à Liga principal portuguesa.

As expectativas abertas pelo golo de Paulinho, num golo bonito, havia de ser geradas pelo controle do jogo do Chaves que não se desmoronou nem se deixou afectar pelo 0-1.

Vítor Campelos e a sua equipa técnica de quatro vimaranenses passaram à história promovendo a ascensão do Chaves numa época em que cumpre os seus objectivos. E celebra um feito único na sua carreira.

Ricardo Sá Pinto sofreu na bancada deixando a sua equipa órfã de um líder e que evidenciou incapacidade absoluta para derrotar os flavienses.

O Chaves deixa o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas com uma exibição agradável, um estofo de equipa experiente e amadurecida, bem orientada.

📸 Marco Jacobeu

Mesmo a ganhar o Moreirense voltou a repetir os erros que foi acumulando na época, contentando-se com pouco. Faltou o discernimento apesar da luta que deu num jogo com muita musculação.

Mas a equipa de Moreira de Cónegos foi adiando o que parecia uma certeza e que só a matemática do futebol deixou que se consumasse.

Contudo, a resposta que deu a um Chaves convicto do seu valor, foi insuficiente para continuar na 1ª divisão do futebol português.

O desfecho é uma desilusão para a comunidade de Moreira de Cónegos e da sua roda que tem vivido habituada a ter jogos de primeira no seu estádio e que constrói as suas infra-estruturas para ser melhor.

A festa do Chaves acaba por ser justa pelo que soube fazer nestes dois jogos do play-off e pelo que está por detrás dessa janela de oportunidade que aproveitou para voltar ao seio dos melhores do futebol português.

O Moreirense alinhou com: Kewin Silva, Paulinho (André Luís 78’), Rosic, Artur Jorge, Pedro Amador, Rodrigo Conceição, Jefferson Júnior (Mirallas 71’), Yan Matheus (Franco 70’), Sori Mané (Steven Vitória 83’), Derik (Galego 70’), Rafael Martins.

Amarelos: Rosic (16’), Jefferson Júnior (36’), Artur Jorge (83’), Mirallas (85’).
Golos: Paulinho (25’).

📸 LPFP

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também