19.5 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Jornadas na Universidade do Minho: analisam as antigas civilizações

Economia

Para mostrar que as primeiras civilizações têm influência na escrita, na língua e no pensamento da actualidade, a escola de Letras, Artes e Ciências Humanas da Universidade do Minho, em Braga, está a receber até esta Quarta-feira as I Jornadas Transculturais do Antigo Próximo Oriente.

Escrita do Alvão, em Trás-os-Montes. 📸 Direitos Reservados

A iniciativa é rara em Portugal e inclui esta Terça e Quarta-feira à tarde um minicurso de linguística indo-europeia, por Guglielmo Inglese, da Universidade de Turim (Itália). As jornadas já abordaram temas como as primeiras escritas ibéricas baseadas em alfabeto, a diplomacia dos hititas, o poeta Homero, as escavações arqueológicas no médio oriente e a escrita em argila.

O evento contou desde 22 de Maio com intervenções de Naoko Yamagata (Open University, Inglaterra), Aren Maeir (Universidade de Bar-Ilan, Israel), bem como de Adriano Cordeiro (Universidade de Coimbra), Mila Abreu (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), António Almeida, José Carlos Fernández, Juan Arias e António Freitas (todos da Universidade do Minho). A organização cabe ao núcleo de estudos transculturais do Centro de Estudos Humanísticos da UMinho (CEHUM), com apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, da Fundação Calouste Gulbenkian, da Gaman e da Nova Acrópole.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias