15.1 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Gualterianas: programa das festas foi hoje apresentado

Economia

As festas da Cidade voltam a ser vividas nas ruas da cidade, num período mais alargado, entre 28 de Julho e 8 de Agosto.


O presidente da Câmara, Domingos Bragança, afirmou que as Gualterianas “representam tudo o que demais é apreciado pelos vimaranenses”.

Onde outrora se faziam ouvir as águas que São Gualter fez milagrosas decorreu, esta manhã, a sessão de apresentação da programação das festas deste ano. 

“A fonte Santa de São Gualter é um espaço que contém uma simbologia enorme, que deu origem ao nome destas festas da cidade”, revela o representante da Irmandade de São Gualter, Pedro Herculano Fernandes.

O programa arranca com uma exposição de fotografia, A Reconstrução, que procura reflectir os 75 anos da história das Gualterianas, de 1947 e encerra com a Marcha Gualteriana, “momento alto das festas”

José Pontes, presidente da Marcha Gualteriana, apesar de reservar algumas surpresas para o dia em que a Marcha decorre anunciou desde já a presença de “um carro dedicado ao Lar de Santa Estefânia (carro da cidade), outro carro sobre a Criança, um dedicado à Ucrânia, outro da Universidade do Minho. O Ambiente e o Património Minhoto, identificam mais outros dois carros. O Vitória e o seu Centenário também terão um e o último é o habitual carro das Valonas”

Domingos Bragança, elogiou o trabalho desenvolvido até aqui e disse que era necessário “acrescentar às Marchas Gualterianas o nosso tempo”.

Depois de no ano passado ter sido reduzida a três horas, em virtude da pandemia, a XXIV Feira de Artesanato de Guimarães está de volta, de 29 de Julho a 8 de Agosto, com 38 expositores.

Vai realizar-se no Jardim da Alameda de São Dâmaso, seguindo uma aposta feita nas diversas áreas artesanais: “temos o bordado, a cerâmica, a joalharia, ourivesaria, os instrumentos musicais de repercussão, trabalhos de marcenaria”, disse Catarina Pereira, directora das artes tradicionais de A Oficina.

O dia 29 de Julho assinala, também, o início da animação das ruas da cidade com diferentes grupos, que se repetirá permanentemente ao longo dos dias, até ao fim das celebrações. 

Os cabeças de cartaz são os Expensive Soul e o fadista Camané, com actuações a acontecer no dia 5 (Sexta-feira) e 6 de Agosto (Sábado), respectivamente. 

“Este é um programa vasto, multi-participado, por várias instituições, construído em rede”.

À semelhança do que aconteceu há 10 anos, o concerto dos Expensive Soul conta com participações especiais. O vereador da Cultura, Paulo Lopes Silva, diz-nos que “este é um programa vasto, multi-participado, por várias instituições, construído em rede, para de facto dar à cidade, durante aquele período, este sentimento de pertença e também de acolhimento daqueles que durante esse período voltam à cidade”.

Na crença de que a intensidade de participação será superior àquela que se verificava antes da pandemia, o vereador afirma: “Estamos em crer que voltaremos a ter a cidade animada como tínhamos no passado”

📸 Município de Guimarães

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias