Eco Parlamento: devolver as cores da natureza dá vitória a Escola Virgínia Moura

Os projectos de Sinergias Escolares em Guimarães (e mais) – SEG + do Agrupamento de Escolas Santos Simões e Janelas Verdes do Agrupamento de Escolas Fernando Távora, também ficaram no pódio.


O Agrupamento de Virgínia Moura foi o vencedor da sétima edição do Eco Parlamento, cuja final realizou-se na Sexta-feira, 27 de Maio, no auditório da Universidade do Minho, em Azurém.

A apresentação e a defesa do projecto Devolver as cores à natureza, pelos alunos do agrupamento de escolas Virgínia Moura acabou por convencer o júri. 

No pódio ficaram os projectos Sinergias Escolares em Guimarães (e mais) – SEG + do agrupamento de Eescolas Santos Simões e Janelas Verdes do agrupamento de escolas Fernando Távora. Participaram também nesta sessão os agrupamentos de escolas de Abação, Professor Abel Salazar e Vale de São Torcato.

A presidente do Laboratório da Paisagem e vereadora da Educação, Adelina Pinto, elogiou os projectos que estavam na final desta iniciativa.

“É um orgulho ver este caminho seguido pela comunidade escolar”.

“Todos são vencedores. É um orgulho ver este caminho seguido pela comunidade escolar no âmbito dos vários desígnios que temos definido para o território, desde a área ambiental, cultural ou patrimonial. Este projecto é muito importante pela possibilidade de os jovens usarem a sua voz e contribuírem com ideias para a construção de um mundo melhor”, justificou. 

A vereadora do Ambiente, Sofia Ferreira, apelou ao “envolvimento de todos neste caminho da sustentabilidade ambiental”.

E o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, abriu a sessão, por vídeo-conferência,  onde focou a importância de uma iniciativa como o Eco Parlamento para “estimular a apresentação de soluções através do trabalho colectivo”.

“A melhoria do desempenho ambiental do território são questões que nos preocupam e assim aproximamos os jovens da vida democrática, abrindo um caminho sólido para uma cidadania activa e responsável. Fica um agradecimento muito especial a todos os alunos e docentes envolvidos neste programa”, sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa na mensagem que dirigiu a todos os participantes.

📸 Município de Guimarães

A vice-reitora da Universidade das Nações Unidas para a Europa e também directora do Instituto do Ambiente e Segurança Humana (UNU-EHS), na Alemanha, Xiaomeng Shen, destacou o Eco Parlamento como uma iniciativa inspiradora da cidade de Guimarães. 

“Para mim todos são vencedores, porque estão a envolver-se com o nosso futuro”.

“Estou muito impressionada com todos os vossos projectos. Esses projectos que envolvem a população e natureza demonstram que se preocupam com a relação entre as pessoas e a natureza. Quero congratular-vos pelo sucesso das vossas apresentações. Para mim todos são vencedores, porque estão a envolver-se com o nosso futuro”, referiu numa mensagem enviada por vídeo.

Eco Parlamento tem contribuído para a implementação e para a promoção do desenvolvimento sustentável. Assente em metodologias de educação não formal, proporciona-se aos jovens o incremento de competências discursivas, a síntese do conhecimento adquirido em contexto escolar, a organização de informação científica e a apresentação de ideias e soluções em trabalho de equipa para os desafios ambientais identificados.

📸 Município de Guimarães

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também