Lixo: aplicação myWaste aproxima quem deseja rentabilizar desperdícios

Pessoas, empresas e municípios com excesso de materiais – e que os queiram vender, trocar por outros produtos ou doar – vão ter agora a aplicação digital myWaste


O projecto da Associação Smart Waste Portugal (ASWP) e da tecnológica Inspire It é lançado hoje, Terça-feira, dia 7, no Centro para a Valorização de Resíduos (CVR) da Universidade do Minho, em Azurém, Guimarães. 

A sessão tem início às 14h15, com Jorge Araújo, director do CVR, e Luís Realista, vogal da direcção da ASWP, promotora do evento, no qual se prevê ainda outras apresentações.

O lixo de alguns pode ser valioso para outros e os exemplos sucedem-se: a pessoa procura peças no ferro-velho sem saber se as encontra, a empresa adquire dez metros de alumínio e nem metade usa, a entidade gasta mais em devolver ao fornecedor lâmpadas com defeito do que em vender esse desperdício, e os sofás e mobílias amontoados ao lado dos contentores quando a autarquia os pode recolher ou doar mediante um telefonema. 

📸 UMinho

A app myWaste quer assim aproximar quem deseja livrar-se de despojos (ou optimizá-los) e os interessados em aproveitá-los. É de acesso livre e pretende inspirar a eficiência económica, ambiental e social de organizações e cidadãos.

A sessão no CVR inclui também a apresentação dos resultados do projecto Be Smart – Be Circular, pela ASWP, que quer dar ferramentas às empresas nacionais na transição para a economia circular e que é co-financiado pelo Compete 2020. 

Junta-se igualmente a apresentação de um guia de boas práticas circulares para os serviços, pela consultora Magellan, e de um estudo sobre o potencial de desclassificação de resíduos, pela Sociedade Portuguesa de Inovação.

Após uma breve pausa, decorre pelas 16h15 uma mesa redonda sobre o papel da inovação na promoção de uma economia mais circular em Portugal, com André Ribeiro (CVR), Maria José Vales (EDP Produção), Manuel Tovar (The Loop) e Ricardo Silva (Tintex).

O encerramento cabe a Ana Cristina Carrola, vogal da direcção da Agência Portuguesa do Ambiente.

📸 UMinho

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também