Biodiversidade: livro mostra as várias espécies animais e vegetais

Observatório Natural é o título de um livro que regista e cataloga vários espécies existentes em Guimarães.


São 76 páginas com as fotografias de Jorge Sarmento que resultaram de uma exposição que esteve patente nos jardins do Palácio Vila Flor.

E resulta de uma parceria entre o Município de Guimarães, o Laboratório da Paisagem e a Fundação de Serralves e que teve a coordenação de A Oficina.

O projecto consistiu, numa primeira fase, no registo de várias espécies, animais e vegetais, que caracterizam a paisagem do concelho de Guimarães, especificamente em locais como a Montanha da Penha, o Parque da Cidade, a Veiga de Creixomil, entre outros.

A apresentação da publicação decorreu no Laboratório da Paisagem, pretendendo afirmar Guimarães como “um território criativo, aberto, diversificado e capaz de fazer a diferença”, assinalou Adelina Pinto, presidente da associação, vincando o “projecto interdisciplinar na ligação da cultura à arte e à biodiversidade”.

A presidente da Fundação Serralves, Ana Pinho, destacou a cooperação entre várias entidades e assinalou o trabalho registado pelo fotógrafo Jorge Sarmento pela forma como “captou a belíssima biodiversidade de Guimarães”.

“É uma cidade particular pela beleza e pelo contexto histórico”.

Jorge Sarmento, por sua vez, agradeceu a colaboração de “muita gente” envolvida neste processo. “Foi um privilégio descobrir os recantos da cidade de Guimarães e perceber a abundância de espaços verdes repletos de biodiversidade que a ladeiam. É uma cidade particular pela beleza e pelo contexto histórico”, escreve o fotógrafo na própria publicação.

O presidente de A Oficina, Paulo Lopes Silva, realçou a particularidade de um projecto que “transformou a biodiversidade em cultura”, vincando que “para Guimarães é importante seguir este caminho de criação contemporânea e que prossegue o objectivo de Neutralidade Climática, através de um ecossistema de governança que está na base de vários projectos em Guimarães”, referiu.

📸 Município de Guimarães

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também